BLOG

E-commerce: ameaça ou oportunidade?

18th novembro , 2017

E-commerce: ameaça ou oportunidade?

Atualmente, no varejo, há uma preocupação constante em torno das lojas virtuais. Muitos clientes e empresários procuram-me buscando orientação nesse sentido.

Será o e-commerce uma ameaça de fato?

As muitas dúvidas e receios em torno do “futuro do trade”, ou melhor, da chamada “jornada do consumidor”, começam a ser alvo de estudos e especulações. Como o consumidor, hoje, prefere comprar?

Vou lhe contar uma coisa importante: não há preferência, não há regra, não há fórmula. Isso significa que ainda há tempo para virar o jogo.

De um lado, temos canais de compras on-line que buscam otimizar a experiência de compra, entregam inúmeras informações para que os consumidores possam escolher, avaliar, experimentar… Ele compara produtos, marcas, preços, e tem na ponta dos dedos o poder.

Como competir com o melhor vendedor do mundo, no caso, o próprio consumidor?

Ao navegar por sites e se aprofundar na pesquisa, esse novo cliente assume um protagonismo e passa a ser muito mais exigente, informado e capacitado. No entanto, como navegar com precisão? Pense bem: será que ele pode estar se afogando em um mar de informações e precisa de alguém experiente que será fator de decisão? Temos aí a grande oportunidade para a loja física e é no vendedor experiente e qualificado que o consumidor empoderado encontrará um interlocutor à sua altura para trocar ideia, questionar e trazer tranquilidade para sua escolha.

O bom e velho vendedor é a arma das empresas. O problema reside aí: onde encontrá-lo? Em cada segmento, o maior desafio é o desenvolvimento de pessoas. Tenho realizado consultorias na área e, muitas vezes, o que a empresa entende que seria um problema de pesquisa “para conhecer melhor seus clientes” está justamente na relação entre funcionários e clientes. É preciso conhecer a vida do front para melhor desenvolvê-la. Falta treinamento, perspectiva, plano de carreira e alegria do ofício, isso já sabemos. E como transformar isso?

No varejo, estamos repletos de pessoas que “estão” vendedoras e muito poucas que “são” vendedoras. Pois é, a arma secreta das empresas continua sendo as pessoas, desta vez, seus funcionários. Existem centenas de planos para desenvolvimento humano, mas o melhor deles é a escuta. Você já parou para escutar seu funcionário hoje? Se não, aí, sim, você precisa de um desenvolvedor de conversação. A troca começa dentro de casa.

 

Data da publicação: 4 de maio de 2017
Fonte: http://revistavarejosa.com.br/colunistas/e-commerce-ameaca-ou-oportunidade/