BLOG

A resposta está nas pessoas

18th novembro , 2017

Nos tempos atuais, em que temos a tecnologia no centro da nossa vida em muitas instâncias, precisamos repensar alguns fatores fundamentais no campo dos negócios. O e-commerce vem crescendo de forma avassaladora e como fazer para remar contra a maré e fazer diferença no varejo? Como ter sucesso?

Respondo: serviço! Buscar fortalecer quem está na linha de frente, com treinamento, incentivo e motivação constantes. Devemos deixar de ser chefes e começar a ser líderes, pois liderança é a capacidade de elevar sua equipe. Quem lidera cresce e traz junto sua equipe, motiva, engaja, coloca brilho nos olhos na hora do trabalho. Não é um processo fácil; é preciso de treino para isso.

Quando nossa equipe está mal, a culpa geralmente é da liderança, ou seja, vamos ajustar e fazer o dever de casa antes, valorizar o time, entender como é sua cultura, sua forma de trabalho. O que seu colaborador tem a lhe dizer?

Lanço o desafio: você já parou para ouvir seu time essa semana? O que eles lhe disseram? Você soube aproveitar no processo de trabalho e retribuiu a “dica” que deu certo?

O valor está no capital humano. O varejo produtivo é composto por atendentes engajados e preparados para servir e reconhecer seu ofício tão relevante para que os clientes saiam felizes. Um bom atendimento pode mudar a vida de uma pessoa.

Certa vez, fiz uma pesquisa de compra acompanhada. Era uma mulher que buscava um vestido para ir a uma festa. Aí você pode pensar que é pura bobagem, que, hoje em dia, temos muitas lojas por aí e que não deveria ser nada difícil encontrar. Pois é, mas a entrevistada sofria de obesidade e, por conta disso, depressão profunda; sua baixa autoestima contagiava sua forma de olhar o mundo e como os outros a enxergavam.

Chegamos a uma loja, entramos e a vendedora logo percebeu que o problema era muito mais emocional que prático. Começou dando dicas de cores e modelagens, chamou uma costureira e eu vi as duas criando um vínculo ali naquela cabine. Subiram bainha, alargaram o forro, criaram uma manga inexistente no modelo original; ela ainda deu orientação sobre o cabelo, pois alongaria o rosto. Saí daquela loja com uma mulher feliz, satisfeita e que passou a se sentir incluída numa sociedade que lhe diz o tempo todo que ela é doente, preguiçosa, fora do padrão.

Sabe o que aconteceu naquela loja? Aquela vendedora conquistou uma cliente para o resto da vida, fez diferença na trajetória daquela compradora e mudou sua perspectiva sobre si mesma. Por algumas horas, ela se sentiu igual a todo mundo.

Sabe quando um e-commerce faria esse atendimento? N-U-N-C-A.

Devemos ou não engajar nossos funcionários?

Eles são a comissão de frente que representa sua loja, sua marca no mercado.

Aposte sempre no ser humano. A resposta está nas pessoas.

Data de publicação: 1 de abril de 2017
Fonte: http://revistavarejosa.com.br/colunistas/a-resposta-esta-nas-pessoas/